sábado, 15 de agosto de 2009

SOLDADOS DE CHUMBO DA ROMA ANTIGA

Sobre esta coleção, sei que todo mundo já está cansado de saber sobre ela ou ver ela por aí pelas bancas. Ao meu ver faltava de fato um registro histórico de todas as figuras desta coleção, que é o que vou me propor a fazer aqui.

Algumas informações sobre a coleção
Publicada pela editora Planeta de Agostini e distribuida quinzenalmente em bancas de jornais ou através de assinaturas no site da editora : www.planetadeagostini.com.br
Quando começei a comprar esta coleção, ela era formada por 40 edições, que são as que vou postar aqui. Recentemente a coleção foi lançada novamente pela editora, só que desta vez com apenas 20 edições. Por isso os novos colecionadores vão encontrar figuras por aqui que não vão estar presentes nas suas coleções. Ao meu ver isto é uma baita de uma sacanagem; lançar a coleção novemente pela metade. Mas vamos lá:

As figuras são sensacionais e recriam com mínima precisão os personagens da história da Roma Antiga. Os detalhes são fantásticos, desde o acabamento dos uniformes até a feição dos personagens. Acompanha um fascículo interessantíssimo sobre a história do personagem e a história de Roma. Quando eu adquiri a primeira edição, que vou mostrar agora custava R$ 7,90 ( não tinha como não comprar ), a segunda R$ 14,90 e dá terceira em diante R$ 29,90. Para esta nova coleção os preços mudaram. As figuras tem escala 1:32 ( aproximadamente 6 cm), são feitas em chumbo e pintadas a mão.
Tribuno Pretoriano ( 1º Edição )
A guarda pretoriana se organizava em cerca de nove ou dez coortes, que eram unidades táticas formadas por aproximadamente 480 homens cada uma subdividas, por sua vez, em seis centúrias de 80 homens. Cada coorte era comandada por um tribuno pretoriano, secundado por um centurião superior, conhecido como trecenarius, algo como o primus pilus ou centurião superior das legiões. Os tribunos da guarda pretoriana, diferentemente dos seus iguais nas legiões, não procediam de nehuma das duas classes acomodadas : a senatorial e a equites ( cavaleiros ). Para poder ser tribunos deviam ser cavaleiros, mas esta nomeação a haviam conseguido com anterioridade, por méritos próprios. Estes homens começavam na carreira militar servindo na pretoria como soldados. Depois de serem promovidos a centuriões, passavam com este título a uma legião destacada em algum confim remoto do Império. ali podiam subir atá chegar a centuriões superiores da primeira coorte legionária. Ao alcançar este posto e regressar a Roma, era possível ostentar, anos seguidos, primeiro um tribunato dos vigilles ( bombeiros ), depois nas coortes urbanas ( polícia local ) e depois como tribuno das coortes pretorianas. Eram portanto homens muito curtidos e com uma grande experiência de comando.









Nenhum comentário:

Postar um comentário